Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Economia e Vivências

Economia e Vivências

26
Ago20

O nosso anjo da guarda veio nos visitar

celbanze

Baseado em factos reais

 

 

Mateus um jovem pacato e batalhador, sempre teve um sonho de ter filhos gémeos, Nita nem tanto, porque tinha uma clara noção dos sacrifícios da maternidade já que não era mãe de primeira viagem. O casal já tinha uma princesinha de 4 anos, Cellyn.

 

Entretanto o destino decidiu realizar o sonho de Mateus e inesperadamente Nita ficou grávida e na primeira ecografia a médica informou a que, não estava a espera de um mas sim dois bebés!!! A notícia soou tão bem à Nita que para informar ao pai decidiu fazer um vídeo só para registar a alegria do Mateus ao anunciar a realização de um sonho, particularmente dele.

 

Foram criadas todas as condições, a maquina de filmar bem posicionada e Nita decide puxar conversa com Mateus...


- Fui ao hospital e está a aqui a ecografia, consegues interpretar? (questionou ela)
- O quê, já é possível ver o sexo? Mateus retruca
- Olha... (insiste Nita)
- Humm... Vejo duas bolas é normal isso? (questionou ele)
- Sim, é normal quando é mais de um bebé (fez se um silêncio) enquanto Nita olha para Mateus fixamente...


Mateus, no auge da sua emoção, caiu na cama como se tivesse desmaiado, chorou, chamou a filha, beijou-a, beijou a Nita, beijou a barriga e gritou - são gemeossssssssssss!!!

 

Ele estava em pulgas e só agradecia a Deus...para todos era a melhor notícia do mundo. A partir da daquela noite ele só rezava para que tudo corresse bem e que tivesse ao menos um rapaz na barriga da esposa (risos...)


Os meses foram passando, os cuidados redobraram, a barriga cresceu e chegou finalmente a data da ecografia em que se podia ver os sexos.

 

Mateus, Nita e Cellyn foram todos super ansiosos ao Hospital..Uma mistura de sentimento, a mãe só queria ter pelo menos mais uma menina, a pequena Cellyn mal sabia que teria dois irmãos, a única coisa que falava é que estava indecisa se queria irmão ou irmã, o pai, por já ter uma menina não escondia que queria dois rapazes (risos...)

 


- Então Dra. o que vê? Questiona Mateus, Humm vejo aqui um rapaz super espevitado (responde a Ginecologista), Mateus gritou de alegria - yessss!!!, Nita um pouco desesperada pergunta a medica sobre o sexo do outro bebe.

 

- Humm o outro bebé parece que está a se esconder (responde a medica), a ecografia terminou e não descobriram o sexo do outro bebé.
A caminho de casa Nita desabafa, tomara que o outro bebé seja menina, vou continuar as minhas preces para que seja menina!


Os dias foram passando, passou exactamente um mês e Nita foi a consulta, desta vez sozinha. Na verdade nem informou ao Mateus que iria a consulta para evitar ansiedade.

 

Durante a consulta, finalmente veio a confirmação, o bebe que se escondia, era uma menina. Muito timidamente, ela se mostrou. Nita chorou de emoção, afinal de contas estava a espera de um casal de gémeos. Que bênção!!

 

O tempo foi passando a data foi se aproximando, Nita já tinha movimentos curtos, que obrigaram-lhe a pedir dispensa no dia 1 de Abril, um mês e meio antes da data prevista do parto sobretudo por ter sofrido duas ameaças de parto prematuro. Ainda assim, os bebés nasceram antes do tempo e em 20 de Abril, a bolsa rebentou, aliás a bolsa do rapaz rebentou porque da menina estava intacta e nestes casos não há hipótese os dois bebés tinham de nascer.


- O parto contou com a presença do pai que estava bastante sereno e calmo, para a surpresa dos médicos. A Cesariana começou, passados pouco mais de 30 minutos, nasceu primeiro o menino Andrew, chorão, com bom peso. Visivelmente forte e saudável.


- Olha, aqui está o menino agitado das ecografias (mostrou a Dra. aos pais, super felizes).


Porque a menina tinha a bolsa intacta, a médica tinha de rebenta-la e agitar a bela adormecida que não imaginava que tinha chegado a vez de vir ao mundo.


Aproximadamente cinco minutos depois, veio ao mundo a menina Thalita, choro fino, mais sensível que o Andrew. Não pôde ficar muito tempo com a mãe e foi ao berçário porque nasceu prematura e ainda precisava de ficar na incubadora. O pai foi atrás dos médicos com os bebés e quando Nita voltou ao quarto já estava lá o Andrew a tomar leite nos braços do pai sob o olhar atento de Cellyn e da tia Nucha (irmã de Nita).


Duas semanas passaram e Thalita finalmente saiu do berçário, era o dia mais feliz da vida da família, iriam para casa mas o médico pediatra que já andava com uma suspeita advertiu aos pais que teriam de ir a um Cardiologista pediatra na semana seguinte porque desconfiava que Thalita tinha um sopro no coração mas que podia ser passageiro, os pais não precisavam ficar assustados.


- Passados dois dias, Thalita em casa, Nita percebe que ela não come tão bem como Andrew e que estava a perder peso, assustada, não deixou passar a semana proposta pelo medico e marcou logo com o Cardiologista.

 

A notícia fatídica chegou, Thalita afinal de contas não tinha força suficiente para comer porque tinha uma mal formação congénita denominada cardiopatia, uma doença rara que acontece em uma em cada mil nados vivos e é causada por uma mal formação do coração. Nita ao perceber da gravidade só chorava, o médico advertiu ao Mateus que precisavam agir rápido.

 

- Esta menina tem alguns dias de vida se vocês não agirem rápido, melhor levarem para África do Sul, ela precisa de uma operação urgentemente.

Os pais fizeram todos os esforços e Thalita foi evacuada para um dos melhores hospitais de África na cidade de Sandton. Foi tratada pelos melhores médicos, foram três meses de oração, os pais aprenderam a jejuar juntos, a mãe aprendeu a rezar o terço, credo, os país liam a Bíblia juntos, Thalita foi submetida a 9 cirurgias, uma do coração e as restantes para conseguir respirar sem ajuda de máquinas.

 

No final de todos os procedimentos possíveis na África do Sul, teve alta mas foi preciso adquirir uma máquina de oxigénio para usar em casa.

De volta a casa, os pais que viviam longe da cidade e dos hospitais de referência tiveram de fazer um empréstimo dentro das possibilidades deles para adquirir um imóvel e reabilitar com a maior brevidade para acomodar a situação da Thalita, sobretudo porque a mãe precisava de estar a viver perto do local de trabalho para dar assistência à Thalita a hora do almoço. Foram contratadas enfermeiras mas ainda assim Mateus e Nita fizeram uma formação rápida de técnicas de enfermagem para cuidar da filha. Os pais faziam escala nas noites, para monitorar respiração de Thalita, eles não dormiam.

 

No dia 20 de Agosto de 2018, toda a família estava feliz por estarem todos juntos e os gémeos estarem a completar 4 meses em casa. Thalita melhorava a olhos vistos e aumentava o peso, Nita mandava feedbacks positivos aos médicos sul-africanos que consideravam o caso da Thalita como “jamais visto” e pelo nível de evolução recomendavam que aos poucos Nita tinha de reduzir o tempo que a Thalita ficava na maquina de oxigenio.

 

Para comemorar os avanços, compraram um bolo e cortaram o bolo de mesversário de quatro meses de Andrew e Thalita e 5 anos e 6 meses de Cellyn que também nascera num dia 20 (mas de Fevereiro).

Habitualmente a família passava os fins de semana fora da cidade para permitir que as crianças apanhassem ar puro e Thalita ficasse num ambiente mais arejado, o medico aconselhava que os pais deviam passear com ela e faze-la usar os pulmões para respirar. No dia 24 de Agosto quando se preparavam para sair Nita andava com coração apertado mas não sabia porquê.

Arrumaram as coisas das crianças, e rumaram para casa de fora da cidade. Chegados na casa, desmontaram as coisas das crianças. Em horas já fixadas Thalita tomava um cocktail de medicamentos, e neste dia não foi diferente. Nita ligou a maquina de oxigénio, conectou a Thalita e foi preparar a medicação. A meia-noite tinha de dar medicamentos a Thalita e a seguir água.

 

Cumprido o protocolo, um minuto depois da medicação, Thalita simplesmente tirou a medicação pelo nariz e fechou os olhos. Thalita não chorou mas Andrew repentinamente chorou e ficou com a cara cheia de pequenas borbulhas. Foram os piores momentos da vida de uma mãe.

 

- Mateussssss, a Thalita não está bem. Chamem uma ambulânciaaaaaaa... (grita ela)

A ambulância não tardou a chegar mas já não havia muito a se fazer... A Thalita já era um anjinho no céu. Perdeu a vida a 25 de Agosto de 2018.

O tempo vai passando, a dor não acaba mas os pais tem estado a perceber que Thalita era um anjo da guarda da família que veio lhes visitar. Thalita fez com que se tornassem pessoas melhores um para o outro, Thalita os tornou mais tementes a Deus, Thalita os ensinou a encarar a vida de outra forma, a entender o valor do perdão e da família. Thalita no dicionário da família, é luz, paz, amor e perdão.

 

- Thalita está no céu mas certamente está connosco todos os dias porque trouxe união e força para a nossa família, diz Cellyn.

 

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Para quem não sabe, o nome Thalita é bíblico e significa menina, é a menina que morreu e foi ressuscitada por Jesus (veja Marcos capítulo 5 versículos 22 a 43).

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A nossa Thalita certamente que ressuscitou para a vida eterna. Ámen.

FIM
Autoria: Olicartha Filipe.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D